I TIC

tic01

O I Torneio de Integração Científica (TIC) é um evento organizado e desenvolvido pelo Programa Especial de Capacitação Discente (PEC), com o objetivo principal de estimular de forma diferenciada o interesse pela iniciação científica, além de permitir que estudantes que já possuem pesquisas adquiriram experiências com novas áreas, por meio de desafios que para serem concluídos necessitam principalmente de trabalho em equipe. Dentre outras atividades realizadas pelo programa, existe o Congresso de Engenharia, Ciência e Tecnologia (CONECTE), que já é considerado um grande evento que ocorre anualmente na Universidade. O TIC será composto por 5 (cinco) desafios abrangendo as grandes áreas da engenharia dispostos em editais específicos, os quais apresentam informações necessárias para desenvolvimento e conclusão de cada um. Todos os desafios propostos foram escolhidos de modo a manter a facilidade e garantia do desenvolvimento e finalização dos mesmos no tempo estabelecido em cada edital específico. A equipe melhor classificada nos quesitos do edital será premiada em cerimônia solene no encerramento do torneio.


INTRODUÇÃO

O TIC ascende de uma proposta de estimular estudantes de graduação a ingressar em um projeto de iniciação científica, não impedindo que estudantes que já participaram de algum projeto entrem na competição, salvo pesquisadores que já trabalharam ou trabalham na linha de pesquisa na qual o desafio foi elaborado. Para alcançar os objetivos traçados, o Torneio fundamenta-se principalmente em: trabalho em equipe, confecção de artigos científicos, desenvolvimento de rotinas computacionais e experimentos práticos e apresentações dos resultados obtidos.

A proposta inicial surgiu a partir da referência de eventos realizados em outras instituições de ensino superior, porém este evento visa abranger de forma mais intensa as grandes áreas da engenharia, de forma que o Torneio está sendo lançado para todos os estudantes dos cursos voltados à Engenharia, Ciência e Tecnologia do Campus A. C. Simões da Universidade Federal de Alagoas, tendo para esta edição os seguintes desafios: Pontes de Espaguete, Concreto convencional, Otimização de Investimentos, Produção de Biocombustíveis e Bombeamento alternativo de água.

Os desafios permitirão que os participantes experimentem áreas desconhecidas e ao mesmo tempo enfrentem as etapas de uma produção científica, objetivando ser o primeiro campeão de uma iniciativa de torneio inovadora, na qual se fundamenta o TIC. As modalidades possuem um edital específico – onde poderão ser encontradas todas as informações necessárias para o entendimento do desafio proposto. Para mais informações vide MODALIDADES.


MODALIDADES

Pontes de Espaguete

Área relacionada: Estruturas

Desde a antiguidade, como meio de sobrevivência, o homem vai em busca de alimento e abrigo, começando a explorar seu ambiente natural. As primeiras pontes teriam surgido como uma construção que permitisse interligar pontos não acessíveis, feitas com materiais disponíveis na natureza, ou seja, madeira e pedra, e simples cordas artesanais. O desafio de Pontes de Espaguete foi o meio utilizado para despertar e desenvolver a criatividade e a capacidade de investigação na procura de soluções estruturais inovadoras por parte dos estudantes, num projeto de uma ponte elaborada a partir deste material.

Concreto Convencional

Área relacionada: Materiais de Construção

O concreto é um material construtivo amplamente disseminado. Podemos encontrá-lo em nossas casas de alvenaria, em rodovias, em pontes, nos edifícios mais altos do mundo, em torres de resfriamento, em usinas hidrelétricas e nucleares, em obras de saneamento, até em plataformas de extração petrolífera móveis. Estima-se que anualmente são consumidas 11 bilhões de toneladas de concreto, o que dá, segundo a Federación Iberoamericana de Hormigón Premesclado (FIHP), aproximadamente, um consumo médio de 1,9 tonelada de concreto por habitante por ano, valor inferior apenas ao consumo de água. Nesse contexto, os alunos deverão produzir concreto convencional de modo a atingir o maior valor de resistência à compressão axial.

Otimização de Investimentos

Área relacionada: Modelagem Computacional

Em engenharia, matemática e muitas ciências o termo “otimizar” costuma estar relacionado a maximizar ou minimizar a solução de algum problema levando em consideração fatores que influenciem no problema. Em geral o problema costuma ser apresentado numa linguagem matemática, então pode-se dizer que otimizar é maximizar ou minimizar uma determinada variável de um problema, observando-se a influência das outras variáveis em jogo. O desafio de otimização  consiste em modelar um problema financeiro de investimentos de forma a otimizar a solução. A equipe deverá criar e implementar em linguagem MATLAB um algoritmo capaz de encontrar essa “solução ótima”.

Bombeamento alternativo de água

Área relacionada: Recursos Hídricos/ Mecânica dos Fluidos

Diante da preocupação atual com a preservação do meio ambiente, muito se tem pensado acerca da utilização racional e sustentável das fontes de energias disponíveis no planeta. Dentre essas preocupações, o uso da água e da energia usada para o seu transporte são uma das questões mais importantes para os habitantes do planeta. A grande demanda por energia, devido à alta taxa de crescimento da população, é cada vez mais urgente.

Porém, apesar dessa urgência, soluções alternativas de sistemas de pequeno porte utilizados para o transporte de água em áreas rurais podem ser muito úteis, como por exemplo, o uso de bomba de carneiro hidráulico. Carneiro hidráulico é um mecanismo que usa diferenças de pressão para bombear água de modo a aproveitar a energia de um curso de água para elevar a coluna do líquido.

Produção de biocombustíveis

Área relacionada: Petróleo, Gás e Biocombustíveis

As razões para o interesse pelos biocombustíveis são muitas e variam de um país para o outro e também ao longo do tempo, sendo as principais: diminuir a dependência externa de petróleo e minimizar os efeitos das emissões veiculares na poluição local. O biodiesel trata-se de mais uma alternativa, e é neste contexto que o Edital de Produção de Biocombustíveis encontra-se fundamentado. Os alunos serão engajados a produzirem o biodiesel de soja, o mais produzido no país, a partir de um processo simples, descrito no edital. O Desafio consiste em encontrar as melhores condições para a produção de biodiesel e aplicá-las em laboratório. Para uma maior comodidade durante a execução das atividades o desafio se encontra bem distribuído em 5 semanas.

AGRADECIMENTOS

lccvlassoplemaceenghidraulica

Anúncios